Quando falamos de inovação e criatividade, várias ideias podem começar a surgir para criar novos projetos, produtos e serviços. Mas quais ferramentas podem apoiá-lo nesse desenvolvimento para não perder o controle sobre tudo o que está fazendo nem criar projetos impossíveis de serem alcançados?

Para isso, separamos algumas ferramentas que irão ajudar você e sua equipe a inovar como nunca fizeram antes.

Uma das ferramentas mais conhecidas é a de brainstorming, momento no qual a equipe se reúne para discutir soluções para um problema apresentado, sem filtrar, criticar ou julgar qualquer sugestão dada. A intenção, nessa reunião, é obter o máximo de ideias possíveis para solucionar a situação-problema e, apenas ao fim da sessão, são escolhidas as propostas mais adequadas ao momento.

Mas você sabia que não leva tanto tempo para uma ideia virar resultado? Quanto tempo, em média, uma ideia de um novo produto demora, na sua empresa, para virar um protótipo testado pelo público e com feedback?

10 meses? 2 anos? 3 anos?! Não! Graças à metodologia Agile, os seus projetos poderão ter prazos mais curtos e eficientes. Veja, a seguir, algumas das ferramentas dessa metodologia que podem acelerar suas novas soluções.

Podemos levantar soluções para um problema, prototipar e validar em apenas cinco dias. Isso mesmo, apenas cinco dias! É isso que o autor Jase Knapp propõe em seu livro Sprint – O Método Usado no Google Para Testar e Aplicar Novas Ideias em Apenas Cinco Dias. Essa técnica utiliza como base as cinco etapas do Design Thinking, cada uma desenvolvida ao longo de um dia do Design Sprint:

  • Dia 1 – Empatia

  • Dia 2 – Definição

  • Dia 3 – Idealização

  • Dia 4 – Protótipos

  • Dia 5 – Testes

Quer ver como é simples?
Veja só o calendário a seguir que traz as atividades diárias:

Segunda-feira

Mapeie os problemas ou necessidades e defina quais serão trabalhados no sprint da semana.

Terça-feira

Defina as principais soluções viáveis para aqueles problemas.

Quarta-feira

Torne essas soluções em hipóteses e analise os resultados que podem ser esperados.

Quinta-feira

Prototipe as soluções.

Sexta-feira

Teste os produtos com consumidores reais! Isso é, individualmente, apresente para pessoas que podem consumir aquele produto ou solução e peça que deem feedback sobre o que foi apresentado

Na etapa de prototipação, se for um produto já existente, use-o como base e faça as alterações: imprima o novo rótulo, mostre a nova formulação etc. Ou faça impressão dos modelos em uma impressora 3D, prototipe o material de marketing, crie modelos desenhados no papel (se o público for interno), enfim, torne essas soluções em algo palpável que possa ser testado e observado pelo seu público.

Ao fim da semana, você já testou seu produto, já sabe as características e como deve ser desenvolvido. Então, basta colocar a mão na massa!

“Mas a diretoria precisa aprovar o projeto antes de executarmos...”. “Assim, como me planejar para que a execução desse projeto fique dentro do plano?”

Essas são duas considerações importantes que, por mais distintas que pareçam, possuem uma ferramenta em comum: Canvas.

Novamente, você encontra uma ferramenta prática, rápida e simples para apresentar sua solução internamente ou desenvolver a proposta de valor que será levada ao público. O Canvas possui diversas aplicações, mas pode ser resumido como uma página contendo diversos quadrantes que trazem as informações fundamentais sobre o que você precisa apresentar. Tais dados auxiliam na definição de como funciona o negócio, a desenvolver o planejamento de atividades ou até a proposta de valor de um produto.

Business Model Canvas

Vamos começar com o Business Model Canvas. Pense, por um momento, em sua empresa. Se eu pedisse para você me apresentar as atividades-chave, a proposta de valor, os seus clientes e o relacionamento com eles, a estrutura de custos, o fluxo de receita e os recursos-chave, como você me apresentaria? Um relatório de 450 páginas? Talvez uma tabela? E se eu dissesse a você que, graças ao modelo do Business Model Canvas, tudo isso é descrito em quadrantes e pode ser apresentado em uma tela apenas?

Project Model Canvas

O mesmo acontece quando pensamos com relação ao projeto que será desenvolvido. Um dos maiores desafios de qualquer gerente de projetos é definir quais entregáveis serão desenvolvidos e garantir que os 49 processos descritos no Project Management Book, conhecido também como PMBok, serão abordados no planejamento para ter um projeto efetivo.

Todos esses processos são abordados de forma mais resumida e objetiva através do Project Management Canvas. Nele, você encontra todas as informações referentes aos objetivos SMART, justificativas da solução, benefícios, equipes envolvidas e os stakeholders responsáveis, além de quais serão as entregas, as premissas e os riscos envolvidos, os custos e o calendário. Tudo em apenas uma tela!

Pense na apresentação dessa solução desenvolvida no sprint em quadrantes: seria uma forma rápida de defendê-la com a sua diretoria.

DICAS DE OURO!

Independentemente da ferramenta adotada, lembre que é sempre importante que você:

  1. Crie um padrão de excelência. Preste atenção aos detalhes e promova uma mentalidade igual para tudo.

  2. Tenha uma comunicação eficaz. Procure fazer o melhor para compartilhar ideias, objetivos e estratégias.

  3. Conheça as tendências. Acompanhe as tendências e acontecimentos do mercado do qual sua empresa faz parte para reagir e mudar rapidamente, quando necessário.

  4. Cultive uma cultura única voltada à experiência do cliente. Cultive uma cultura que esteja alinhada às suas metas e prioridades.

  5. Seja mão na massa. Promova uma gestão em um ambiente que incentive a autonomia, o engajamento e a segurança.

  6. Mantenha o cliente no centro para construir soluções que estejam diretamente ligadas às suas experiências.

  7. Delegue. Para uma equipe ser mais autônoma, é necessário que haja descentralização do poder e da operação.

3 lições para líderes tiradas da carta de Jeff Bezos. Forbes.

Disponível em: http://forbes.uol.com.br/negocios/2018/05/3-licoes-para-lideres-tiradas-da-carta-de-jeff-bezos/#foto3.

Acesso em: 31 maio 2018

10 lições de Jeff Bezos para ser bem-sucedido nos negócios. Forbes.

Disponível em: http://forbes.uol.com.br/negocios/2018/01/10-licoes-de-jeff-bezos-para-ser-bem-sucedido-nos-negocios.

Acesso em: 31 maio 2018.

BRAINSTORMING – Generating Many Radical, Creative Ideas. MindTools.

Disponível em: https://www.mindtools.com/brainstm.html.

Acesso em: 10 out. 2018.

Como ser chefe, Indra Nooyi, CEO da PepsiCo, traz dicas. Robert Half.

Disponível em: https://www.uxpin.com/studio/blog/paper-prototyping-the-practical-beginners-guide.

Acesso em: 10 out. 2018.

Design Sprints. With Google.

Disponível em: https://designsprintkit.withgoogle.com/introduction/overview.

Acesso em: 11 out. 2018.

O que é o Business Model Canvas. Daniel Pereira.

Disponível em: https:// www.roberthalf.com.br/blog/dicas/como-ser-chefe-indra-nooyi-ceo-da-pepsico-traz-dicas.

Acesso em: 31 maio 2018.

The Design Sprint. Jake Knapp.

Disponível em: http://www.gv.com/sprint.

Acesso em: 10 out. 2018.

PEREIRA, D. O que é o Business Model Canvas. O Analista de Modelos de Negócios.

Disponível em: https://analistamodelosdenegocios.com.br/o-que-e-o-business-model-canvas.

Acesso em: 11 out. 2018.

Project Management. PMCanvas Project Management.

Disponível em: http://pmcanvas.com.br.

Acesso em: 11 out. 2018.

Strategyzer. The Business Model Canvas.

Disponível em: https://strategyzer.com/canvas/business-model-canvas.

Acesso em: 11 out. 2018.